Word of the Day

Tuesday, June 20, 2017

Discordâncias verbais

Vi o fragmento abaixo e pensei, "não vou escrever nada, não compensa":

Muitos pais e responsáveis cada vez mais têm trabalhado fora de casa e, por isso, pouco tempo lhes sobram para dar atenção aos pequenos.

mas umas orações depois deparei-me com

A falta de reação dos pais de como devem reagir aos comportamentos inadequados também fazem com que os mesmos não mantenham um diálogo aberto e franco sobre o que esperam das crianças.

E numa revista chamada Conhecimento Prático Língua Portuguesa!

Thursday, June 15, 2017

Rio dos Camaraos

Num programa com um chefe de cozinha francês que viaja pelo mundo e estuda a gastronomia local, vê-se um restaurante camaronês chamado Rio dos Camaraos, nome dado em homenagem à chegada dos portugueses ao país, que se maravilharam com a quantidade de camarões que lá encontraram, como, aliás, aparece no próprio sítio do restaurante. Mas, como qualquer falante de português terá notado, camaraos não existe em português, o plural de camarão é camarões. Poderiam ter feito uma pesquisa ou ter consultado alguém da numerosa comunidade portuguesa que vive na França antes de nomearem o estabelecimento.

Tuesday, June 13, 2017

Tu? Vós?

Se um estrangeiro vier morar convosco, não o maltrates. Ama-o como se fosse um de vós.

Que é isso, Super? Se não sabem, não inventem moda. Nem dá para saber direito a quem se dirige o recado com essa bagunça toda. Creio que seja isto: Se um estrangeiro vier morar convosco, não o maltrateis. Amai-o como se fosse um de vós. Ou em português mais moderno: Se um estrangeiro vier morar com vocês, não o maltratem. Amem-no (amem-lhe/lhe amem para os lheístas) como se fosse um de vocês.

Sunday, June 11, 2017

A salva bani?

Nerdalize va câştiga prin vânzarea spaţiului pentru centre de bază de date, proprietarii vor salva aproximativ 300 de euro pe an la căldură, iar companiile vor economisi 50% din cheltuieli.

Nu, nu vor salva (anglicism semantic). Vor economisi.

... owners will save approximately 300 euros a year on heating... 

You save money in English, but not in other languages. A salva is to save someone in the sense of rescuing, of getting someone out of danger. A native speaker of Romanian should know that. 

Monday, May 15, 2017

Transgenitalização

Acabei de ver cirurgia de transgenitalização, ou seja, de mudança de sexo, na Veja desta semana. Fiquei curioso se existia o verbo transgenitalizar. Não é que existe! Pelo que descobri na internet, é usado intransitivamente e refere-se a submeter-se a tal cirurgia.

Saturday, April 22, 2017

Testemunhal

É uma situação espinhosa. Na propaganda, tem grande efeito o “testemunhal”, ou seja, a contratação de uma personalidade conhecida para desfiar as maravilhas de um produto. 

Testemunhal é novidade para mim. Com certeza o inglês testimonial contribuiu para esse novo significado, que não encontro entre as acepções arroladas pelo Houaiss:

testemunhal:
n adjetivo de dois gêneros
1    relativo a testemunha
Ex.: sua participação no caso era apenas t.
2    apresentado por ou resultante das declarações de uma testemunha
Ex.: prova t.
3    relativo a testemunho; que constituiu um testemunho
Ex.: o valor t., memorialista de uma obra
4    que tem caráter ou natureza de testemunha; que serve para testemunhar
Ex.: salientou o valor t. do documento
5    que resulta das declarações das testemunhas (falando de prova ou evidência)

n adjetivo de dois gêneros e substantivo masculino
Rubrica: religião.
6    diz-se de ou documento no qual um superior eclesiástico recomenda um súdito no sentido de que possa ser ordenado por outrem

n substantivo masculino
7    coletivo de testemunha; conjunto de testemunhas

Friday, April 21, 2017

Dois acusativos

Ninguém os ensinou a importância da amizade.

Mais uma preciosidade encontrada na Isto É. Conheço línguas com dois acusativos (objeto direto) na mesma oração (alemão, eslovaco, tcheco, latim...), mas em português é a primeira vez que vejo. Será que, para fugir do que achou que constituísse lheísmo, incorreu em oísmo?

Monday, April 17, 2017

Isto É e o AO

No início achei que era pura coincidência, mas agora parece ser por convicção mesmo: a Isto É não segue o Acordo Ortográfico, não sei se por ignorância ou desobediência civil. Na última edição encontram-se as grafias auto-estima, que mudou para autoestima, e vêem, que mudou para veem, conseqüência, que perdeu o trema, e microondas, que ganhou um hífen.

Mas agora acabei de ver a escrita veem em outra matéria e Coreia do Norte, em outra. Não sei qual é a deles. Talvez cada jornalista escreva como lhe apraz.

Mas a revista também traz pérolas como salvo conduto (corretamente, com hífen) e distinguí-los (corretamente, sem acento), que não pertencem a convenção ortográfica nenhuma.

Thursday, April 6, 2017

Poucas reviews de produtos

Vi hoje pela primeira vez em português a palavra review (como será que a brasileirada pronuncia?) usada na frase Poucas reviews de produtos no portal da Livraria Cultura. Além de não saber que não se empregava no nosso idioma pátrio, também me ocorreram duas coisas: o que há de errado com termos como avaliação, descrição, crítica, resenha, apreciação, etc.? Como se vê, palavras não faltam. A outra coisa é: quem determinou que review em português seria feminina? Se me argumentarem que as traduções que listei acima são todas do gênero feminino, também posso arrolar comentário, parecer, ponto de vista, etc., todos masculinos. E isto logo de uma livraria que se diz Cultura?

Friday, March 31, 2017

Real American Dish

I went to a burger place the other day and I saw Real American Dish on the wall under the name of the place. I don't think it's that real or they know real English, otherwise they would have written Real American Food.

Friday, March 3, 2017

Antoniho Murackiho

Koncert populárního polského písničkáře Antoniho Murackiho, který zazpívá známé písně Jaromíra Nohavici a Karla Kryla,

No, it should be, at least, Koncert populárního polského písničkáře Antoniho Murackého... (concert of the Polish song-writer Antoni Muracki, who sings famous songs by Jaromír Nohavica and Karel Kryl). Slavic names are declined according to Czech declension rules, that's why everybody says Kaczynského Kaczyńského, Komorowského, etc., in the genitive and accusative animate, not Kaczynskiho/Kaczyńskiho and Komorowskiho. Maybe they thought of Haruki Murakami, a non-Slavic name, whose genitive is indeed Harukiho Murakamiho, to come up with Murackiho. I see some web pages have Czechified his name completely into Antonina/Antonína Murackého, but I have my doubts about this solution. The Polish way is Antoniego Murackiego, which could be rendered in Czech as Antoného Murackého, but this would ask of Czechs knowledge of the Polish language that most people don't have.



Monday, February 13, 2017

Koedukált öltöző

On a recent trip to Budapest I noticed a sign in a public bath with the words Koedukált
öltöző
(unisex changing rooms). What caught my attention was the use of koedukált, clearly related to English coeducation. Education in a changing room? What happened is that the term was originally used for schools attended by both boys and girls. Couple with the fact that the reference to education in the word koedukált is not very transparent to many (most?) Hungarians, as their native words are képzettség or műveltség, the word has extended its use to any place, not only schools, that can be attended by people of any gender.

Sunday, November 20, 2016

Aos centenas

No lançamento do livro - cuja apresentação foi da responsabilidade do presidente da Câmara de Matosinhos, Guilherme Pinto --, Sócrates, constituído arguido na Operação Marquês (por suspeitas de fraude fiscal qualificada, branqueamento de capitais e corrupção passiva para ato ilícito), agradeceu aos centenas de presentes.

No Brasil nunca vi, mas nunca se sabe. Parece tratar-se do mesmo fenômeno que faz com que construções com a palavra milhares, que é masculina, apareçam com determinantes no feminino quando segue substantivo feminino, como em agradeceu às milhares (sic) de pessoas.

Thursday, September 29, 2016

Desclassificar.

Segundo documentos ontem desclassificados pelos Arquivos Nacionais britânicos,

Nunca tinha visto desclassificados à inglesa. À portuguesa teríamos, por exemplo, divulgados.

Saturday, September 10, 2016

Delíriá tremens

Rašo má dnes 40 rokov, je v invalidnom dôchodku, má cukrovku, cirhózu pečene, zničený organizmus, alkoholický demenciu a za sebou už tri delíriá tremens.

Rašo is 40 years old, on a disability pension, has diabetes, hepatic cirrhosis, a wrecked organism, alcohol-related dementia and has had three "deliriums tremens"

There delíria is in the Slovak plural, followed by tremens, left in the singular, at least as far as Latin grammar is concerned. If you were to apply Latin grammar to the whole phrase, you would get deliria trementia. Since the word delírium is used in Slovak and treated as a Slovak word, the same could happen to tremens, which would then give us delíriá tremensy. Just kidding, I think that formulation is good enough (or not?). Or then maybe: tri záchvaty (bouts) delíria tremens.

Monday, September 5, 2016

Skyscrapers

There are languages with skyscrapers: Portuguese arranha-céu(s), Spanish rascacielos, Italian grattacielo, French gratte-ciel, Bulgarian небостъргач (nebostrugach), Russian небоскрёб (neboskryob), Croatian neboder, Slovenian nebotičnik; others have cloudscrapers: Czech/Slovak mrakodrap, Macedonian oблакодер (oblakoder), German Wolkenkratzer, Dutch wolkenkrabber, Romanian zgârie-nori, Finnish pilvenpiirtäjä. Danish skyskraber and Swedish skykrappa look very much like skycrapers, but sky in these languages means cloud, not sky. Here for the etymology of the word sky in English.

Thursday, September 1, 2016

Corns

There are languages in which corns (on the skin) or fish eyes are referred to as chicken eyes, like Czech kuří oko, Slovak kurie oko, German Hühnerauge, and Japanese 鶏眼 (keigan). In others, it's fish eyes, like Portuguese olho de peixe, Spanish ojo de pescado, and French œil de poisson. Italian has also opted for a bird, but is more specific: it is occhio di pernice, partridge eye.

Tuesday, August 30, 2016

Esperanto estas la ŝtono filosofal?

In the same Czech magazine. It's supposed to mean Is Esperanto the Philosopher's Stone? I'm no Esperanto expert, but the little I know told me this couldn't be right. After all, Esperanto adjectives end in -a, and I saw none in filosofal. And I also remember reading that yes/no questions start with ĉu (not too different from Polish czy). It turns out the Esperanto name by which the philosopher's stone is known is ŝtono de la saĝuloj, "stone of the sages". According to the same page, Zamenhof himself used filozofian ŝtonon in his Proverbaro Esperanta (Esperanto book of proverbs).

Saturday, August 27, 2016

Portuguese?

In a Czech weekly magazine about the Olympic Games in Rio:

Rozehrávala show s jediným obsahem: "Bon dia". Dobrý den.

"She warmed up the show with a one-word sentence: "Bon dia". Good day/Hello."

Bon dia is Calatan, not Portuguese. Portuguese is bom dia.

Když nastupoval, prodavačky ze stánku s pivem Cerveza k našemu rozladění zatáhly rolety svých stánků, aby stihly jeho disciplínu.

"Whenever he came on, to our disgruntlement saleswomen from the stall with Cerveza beer closed their stall blinds so they wouldn't miss his performance."

Cerveza is Spanish for beer, not Portuguese. We have cerveja.

And it would have been so easy to check these two little things!

Monday, August 22, 2016

A se răzgândi

A se răzgândi, "to change one's mind", is a Romanian verb made up of a Slavic prefix, răz, here roughly to change, and a Hungarian stem, gândi, from Hungarian gond, "thought". A goulash of influences!