Word of the Day

Wednesday, March 30, 2016

Água-doce

Por que será que o livro de português para estrangeiros Avenida Brasil, volume 2, escreve água doce com hífen? Não encontro essa grafia em dicionário nenhum nem lhe vejo sentido. Será que os autores acham que água doce é água onde alguém pôs açúcar propositadamente (ou seja, água com açúcar, ou água d'açúcar, como vi várias vezes num romance cabo-verdiano) e água-doce é a água dos rios? Seguindo essa "lógica", eles então escreveriam água-salgada para se referir à água dos mares. 

Monday, March 28, 2016

Vem em vez de vêm

Vem dele os textos que compõem o livro homônimo, lançado no Brasil em fevereiro, pela Biblioteca Azul. 

Alguém precisa aprender a diferença entre vem e vêm e pode aproveitar para estudar tem e têm e e vêem (veem na nova ortografia).

Saturday, March 26, 2016

No seu cabelo

Não são apenas os olhos bonitos ou as mãos que mexem no seu cabelo. Você não quer [que] o momento acabe!  

Não está claro se a pessoa mexe no próprio cabelo ou no do interlocutor/leitor. Como é mais provável que seja no próprio, não há motivo nenhum para esse seu. O português vira-se muito bem apenas com o artigo definido (mexem no cabelo) quando se trata de partes do corpo sem precisar de possessivo nenhum, diferentemente do inglês e do francês, só para citar duas línguas mais conhecidas.

Tuesday, March 22, 2016

Jipka

I have seen at the Prague metro station an advertisement for a language school called Jipka. One of their ads states Díky Jipce mluvím anglicky bez obavy. Am I the only one who thinks Jipka is not a great name for a language school, because it is also a colloquial acronym for jednotka intenzivní péče (intensive care unit)? Is the little girl not afraid to speak English thanks to the language school or to a miraculous hospital stay that taught her English? :) 

Sunday, March 20, 2016

Se quiserem o derrotar

Lula afirmou também que se quiserem o derrotar, terão de o "enfrentar nas ruas desse país". 

Muito estranha esta colocação pronominal. Nunca li nem ouvi semelhante coisa. O mais comum é se quiserem derrotá-lo, ou, na fala de muita gente, se quiserem derrotar ele, mas se quiserem o derrotar é uma construção alienígena.

Terão de o enfrentar é correto, mas muito mais comum em Portugal do que no Brasil. 

Friday, March 18, 2016

Vem de publicar

O próprio Ministério das Cidades vem de publicar um balanço desanimador sobre as condições sanitárias do país.

Não sei o que é vem de publicar em português. Será que significa acabou de publicar? Em francês existe vient de publier com esse sentido. Talvez seja isso.

Wednesday, March 16, 2016

Monday, March 14, 2016

How do you say tadpole in Slovak?

I've recently seen a newspaper ad for a Slovak course for Czech speakers. As the two languages are extremely close, I doubt that many Czechs are interested in studying Slovak. Anyway, the ad asked about a word that is usually not known to Czechs. Jak se říká slovensky pulec? (How do you say tadpole in Slovak?) Three options were given: puliec, žubriä and žubrienka. Neither puliec nor žubriä exists, the correct answer is žubrienka (which can also refer to a child). Now, if I were a Czech who would like to speak Slovak, pulec (tadpole) would not be on my list of priorities of words to know, as how many times in your lifetime do you have to refer to it? I would have chosen a more practical word that would befuddle Czechs, such as Jak se říká slovensky inkoust? (How do you say ink in Slovak?) The answer, by the way, is atrament (also found in Polish, from Latin atramentum).

Saturday, March 12, 2016

Tem recall

Lula, obviamente, ainda está longe disso. Mantém muito de seu status mítico dentro do partido. Tem recall, carisma e dois mandatos que nem os opositores mais ferozes negam que tenham sido bem-sucedidos. 

Até então só tinha visto recall em português para falar de recolha de algum produto defeituoso, sobretudo automóveis. Lula tem recall? Suponho que signifique algo como ter marcado as pessoas, ser facilmente lembrado, ter uma cara facilmente identificada, etc. No entanto, nem em inglês, pelo que sei, existe tal uso. Procurei Obama has recall, Einstein has recall e Churchill has recall e não achei absolutamente nada.

Thursday, March 10, 2016

Antelucano

Por intemédio do italiano, aprendi este belo adjetivo:

antelucano
n adjetivo
Estatística: pouco usado.
feito de madrugada, antes da luz do dia
(Houaiss 2009)

Exemplos literários:

Contra esta miseravel intelligencia digo, que depois do relativo, com que começa a primeira destas estancias; todo o residuo della he um parenthesis em que o Poeta nos diz (sendo a palavra Conquistado annexa a o que se lhe segue) que sem perder hum momento todas as noites desde o principio dellas (que he quando a lux clara foge, e as estrellas sahem) athe o ultimo tempo antelucano (que he, quando cahem, convidando a repouso) andava El Rey Dom Manoel lidando constantemente com os pensamentos generosos de procurar o augmento da sua monarchia, como todo senhoreado e conquistado delles.

E sobre aquellas censuras, a que responde, digo, que o Critico, que as fez, parece, que sonhava, quando escrevia tantos, e taõ intoleraveis absurdos. Ultimamente veio Joaõ Franco Barreto a persuadir no livro, que injustamente intitulou Orthografia Porugueza, que o Poeta sò quiz significar o tempo antelucano; porque esse he o que foge a o diluculo, ou crepusculo matutino, que entende por lux clara; e que isto mostraõ as palavras

Retirados do Córpus do Português. Ambos os exemplos, do século XVIII, provêm do mesmo autor, José de Macedo (assinado por António Melo da Fonseca), que parecia ter predileção por essa palavra.

Uma procura no Google Livros corrobora a informação do Houaiss sobre a raridade da palavra. Praticamente só se veem ocorrências em latim e em italiano.

Tuesday, March 8, 2016

Grafia do inglês na Wikipédia

Vejo que não é só o português que anda misturado na Wikipédia. O mesmo acontece com o inglês. Na versão em inglês do artigo sobre Charles Perrault lê-se theatre (grafia britânica; grafia americana: theater, embora às vezes se veja theatre nos Estados Unidos em nomes próprios, possivelmente para dar ares de requinte do Velho Mundo) e linhas depois honor (grafia americana). Em seguida, aparece theater, escrito à americana. A seguir, encontramos o formato britânico de escrita de datas: 12 January 2016 (americano: January 12, 2016), seguido, por fim, da grafia britânica honour.

Sunday, March 6, 2016

Língua portuguesa na Wikipédia

É interessante notar como as bases ortográficas (e não só) em uso na Wikipédia em português variam no mesmo artigo, possivelmente por ter sido escrito por pessoas diferentes, de países diferentes. Por exemplo, neste texto sobre Charles Perrault, vê-se a grafia gênero da norma brasileira, seguida do uso abundante de artigos definidos antes de possessivos, mais característico de Portugal do que do Brasil: completou os seus estudos sozinho/Dá início aos seus estudos em 1637/O seu irmão Claude Perrault tornou-se um reconhecido arquitecto. A última palavra do exemplo anterior mostra que o autor do fragmento se guiou pelo Acordo Ortográfico de 1945, seguido em Portugal e nos países lusófonos da África, mas não no Brasil, que antes do AO90 seguia a ortografia de 1943. Segundo o Acordo Ortográfico de 1990, escreve-se arquiteto em toda a lusofonia por o c há tempos não ser pronunciado. Novamente lê-se cerimónia à portuguesa (cerimônia no Brasil) e em seguida vê-se outro uso brasileiro (de seu século em vez do preferido em Portugal do seu século) e encerra-se o ciclo novamente com a palavra gênero à brasileira (é género à portuguesa).

Friday, March 4, 2016

Fotos que emergem

"Foi dito que as fotos suas que emergiram alguns dias após sua morte teriam sido de suas últimas semanas de vida.

Outra tradução malfeita. Apesar de o dicionário Houaiss 2009 definir emergir assim

n verbo
 transitivo direto e intransitivo
1    trazer ou vir à tona
Exs.: guindastes especiais fizeram e. o avião desaparecido
 com a seca nos açudes, as cidades cobertas pelas águas emergem
 intransitivo
2    tornar-se claro ou compreensível; aparecer, expressar-se, manifestar-se
Ex.: finalmente, as razões da inexplicável renúncia emergiram

para mim, as fotos só emergeriam se estivessem imersas ou submersas (na água). O mais natural em português, indubitavelmente, seria fotos suas que descobriram/que foram descobertas/que aparecem/que encontraram/que foram encontradas, entre outras opções.